Empréstimos com só documento de identidade

Os empréstimos com só documento de identidade não são impossíveis. Também não é um golpe de marketing que serve para atrair os consumidores inconscientes. Na realidade, é uma maneira muito popular de pedir emprestado cujas vantagens foram reconhecidos por milhares de pessoas. Assim mesmo é uma opção muito conveniente e uma possibilidade de obter dinheiro em um curto prazo. Por isso é bom saber como funcionam os empréstimos com só documento de identidade e como se pode obtê-los. O conhecimento adquirido pode ser útil no futuro e pode tornar possível contrair um empréstimo quando nos confrontarmos com as despesas urgentes e inadiáveis.

O que são os empréstimos com só documento de identidade?

Os empréstimos com só documento de identidade são um produto financeiro simples, que muitas vezes é concedido pelas empresas de empréstimo que não são bancos. A característica mais típica destes empréstimos é a possibilidade de solicitar o dinheiro pela Internet sem sair de casa.

Os empréstimos com só documento de identidade, como o seu próprio nome indica, não requerem ninguém outro documento adicional que normalmente sim exigem nos bancos. Nos referimos aqui, sobretudo, aos documentos como o certificado de contratação ou a declaração de valor de salário. Isto não é necessário para obter um empréstimo com só documento de identidade. Obviamente esse procedimento das empresas de empréstimo é, amiúde, vinculado com as expetativas mais baixas sobre os mutuários: às vezes o dinheiro podem receber as pessoas como os desempregados, os endividados ou os que têm um mau historial de crédito.

As características acima apresentadas não são as únicas facilidades relacionadas com os empréstimos com só documento de identidade. Graças às formalidades minímas os clientes podem contar com o processamento instantâneo e recebem a decisão sobre o empréstimo em poucos minutos. Os empréstimos com só documento de identidade são, pois, uma alternativa cômoda ao crédito bancário tradicional.

Como é que é possível?

Os empréstimos com só documento de identidade provêm das tentativas de melhorar os complicados procedimentos bancários. Então os mutuantes eliminaram as formas convencionais de comprovar os rendimentos e introduziram umas novas inaceitáveis no banco. A primeira é pedir ao requerente que ele mesmo dê as informações sobre os seus rendimentos no pedido. Ele tem de ser preparado para fornecer local de trabalho, tipo e montante de suas receitas. Amiúde se requer uma declaração de que o requerente está pagando ou não outros créditos ou empréstimos, e, em caso afirmativo, quanto se deve atribuir a esse objetivo. A segunda maneira de comprovar os rendimentos não praticada nos bancos é enviar um extracto de conta bancária tanto com os nossos dados como com os dados do empregador.

O que é que necessário para tomar um empréstimo com só documento de identidade?

Dado que todo o processamento de contrair empréstimo se realiza através da Internet, é preciso, naturalmente, ter o acesso à Internet e um dispositivo que estabeleça a ligação: um computador, um tablet ou um smartphone. Não importa o que usamos para contrair um empréstimo com só documento de identidade. Em todo o caso o processo de o obter é totalmente igual.

É necessário, também, ter uma conta bancária na que vai se poder depositar o empréstimo. É importante que a conta pertença a nós e que contenha os nossos dados. Além disso, é imprescindível o acesso eletrônico à conta para que possamos fazer o login nela pela Internet. Se um desses requisitos não for cumprido, o empréstimo com só documento de identidade não poderá ser concedido.

Em termos técnicos também é necessário ter um número de telefone celular pessoal e, muitas vezes, assim mesmo, um endereço de correio eletrônico. Eles vão ser permanentemente atribuídos a um mutuário específico, o que vai lhe facilitar obter um empréstimo no futuro. Também, por essas vias, principalmente, vai contatar-nos o mutuante. Pela primeira vez vai contatar-nos quando quiser nos informar sobre a concessão do empréstimo e para enviar-nos o contrato de empréstimo. Lembremos que sempre temos de fornecer só os dados atuais, tanto os referentes ao nosso número de telefone, o nosso endereço de correio eletrônico como também à conta bancária.

Como tomar um empréstimo com só documento de identidade?

Devido à grande facilidade de obtê-los, os empréstimos com só documento de identidade chegaram a ser muito populares. Isto, por sua vez, causou que são oferecidos por muitos operadores e disponíveis em diferentes variantes. Para ajustar o empréstimo da melhor forma à sua situação, pode usar o comparador, que apresenta exaustivamente as condições financeiras, os requisitos e as ventagens de cada empréstimo.

Depois de escolher a opção que nos interessa, temos de passar ao site de mutuante e preencher um formulário web que contém detalhes do empréstimo selecionado: o seu montante e o prazo de reembolso. Até isso vão a nos pedir que preenchamos um pedido mais detalhado: com os nossos dados pessoais, o endereço e as informações básicas profissionais. Se todos os dados forem corretos, o mutuante vai nos informar sobre a sua decisão em poucos minutos. Vai pedir, também, uma comprovação da nossa identidade de maneira praticada por ele. Depois só basta esperar a aprovação final da concessão de um empréstimo e o aparecimento do dinheiro na nossa conta bancária.